É simples, acessível e no final terá morangos orgânicos.

A compostagem doméstica não
é mais do que o simples
processo de reciclar as sobras
dos preparativos das sua
refeição (cascas, folhas, talos,
aparas, etc.) em fertilizante
orgânico.

“O processo de compostagem de forma simplista consiste em colocar os resíduos no seu compostor por camadas. A primeira terá sempre que ser a dos verdes ou húmidos (restos de fruta e legumes) e a segunda a dos castanhos ou secos (folhas secas, etc.)”

5 minutos para aprender a utilizar o seu compostor.
Guia de compostagem com tudo o que há para saber.
Saiba porque motivo não pode utilizar proteína animal ou alimentos cozinhados no processo de compostagem. Descubra como conseguir “castanhos facilmente” e tire todas as dúvidas sobre o que pode e não pode colocar no seu compostor.
O que fazer quando o compostor não “funciona"?

De momento não temos nenhuma formação prevista, mas aproveite para revisitar algumas das sessões anteriores.

O Re-Planta! poderá vir a realizar ações de formação sobre compostagem doméstica ou comunitária destinada aos residentes nos 12 concelhos abrangidos. Siga as nossas redes sociais para garantir que se mantém a par das novidades

Subscreva a newsletter Re-Planta!

Ao subscrever a newsletter está a concordar com a nossa Política de Privacidade.