Bioativo, antioxidante e anticancerígeno?!

dovasoapanela_9site_banner1

Apelidado de “fruta dos Deuses”, a disponibilidade do Dióspiro no nosso país lembra-nos que estamos no outono e que o inverno está ai a chegar.

É um fruto rico em vitamina A, ferro e magnésio e tem uma elevada concentração de água. Da variedade de frutos que habitualmente consumimos, o dióspiro é dos mais bioativos devido à presença assinalável de substâncias antioxidantes, antimutagénicas e anticancerígenas.

Em Portugal é frequente consumimo-los apenas como fruta, contudo as suas aplicações culinárias são imensas. Uma delas é este mimo de sobremesa, um pouco calórica é verdade, mas para ser apreciada como uma pequena “raridade”.

Mini pavlovas de dióspiro

Ingredientes:
Para as mini pavlovas:
1 colher de chá farinha maizena para polvilhar + 1 e 1/2 para as pavlovas
130g de açúcar branco
3 claras de ovo
1 colher de chá extrato de baunilha, puro
1/2 colher de chá vinagre de vinho branco
açúcar em pó para polvilhar se desejar

Para o recheio:
2 dióspiros bem maduros
2 colher de chá de canela em pó

Preparação:

Aqueça o forno a 140ºC. Coloque uma folha de silicone num tabuleiro e polvilhe com a farinha maizena.
Numa tigela bem limpa, bata as claras até começarem a crescer. Junte o açúcar aos poucos, batendo constantemente. Não necessita bater com velocidade elevada.
Junte também o vinagre, a baunilha o resto da farinha maizena.
Coloque o merengue num saco de pasteleiro com o bico largo e sobre o papel vegetal desenhe círculos concêntricos, de forma a fazer e base, e 2 camadas nas bordas, para fazer as laterais.
Leve ao forno 40 a 45 minutos até estarem secos e crocantes.
Resista à tentação de abrir o forno durante a cozedura. Quando estiverem prontos, deixe-os arrefecer completamente dentro do forno.
Preparar o recheio: lave os diospiros e numa taça, coloque o miolo dos diospiros e junte a canela. Envolva e na altura de servir, recheie as pavlovas e polvilhe com açúcar em pó

Receita original aqui.

Anúncios